Magreza é virtude?

“(…)Ser magro, hoje, é tão importante quanto ser honesto. Aliás, vamos passar a frase para o feminino: a magreza nas mulheres hoje é tão valorizada quanto a honestidade. Sim, porque nos homens a magreza é apreciada e admirada. Mas, se eles forem cheinhos, a gente perdoa. O que nossa cultura não aceita é a mulher acima do peso -e o peso em questão é ela, a própria cultura, que define. Se a mulher não é magra, ela pelo menos tem que mostrar que se esforça 24 horas por dia para emagrecer. Se não luta contra os quilos, é vista como fraca, desleixada, indisciplinada, ou seja, o julgamento estético ganha um caráter moral. De volta ao começo? Mais uma vez a moral nos aprisionando?

Não é à toa que as mulheres hoje sobem na balança da mesma forma com que se ajoelhavam nos confessionários de antigamente: cheias de ansiedade e medo. Temem ser julgadas e punidas por seus excessos -não mais da alma, mas do corpo. É por isso que, quando vamos comer algo que engorda, a gente diz: ‘Eu mereço!’. Ou seja, estou em dia com os meus deveres, e por isso posso cometer essa pequena transgressão. É por isso, também, que os pais indianos listam a magreza da futura nora ao lado de predicados como séria e trabalhadora. Ser magra passou a ser uma virtude valorizada tanto na esfera social e no mercado de trabalho quanto no mercado matrimonial.

Saudades de Bangu 1? Não precisamos chegar a tanto. Nem a prisão da alma, nem a prisão do corpo. Além dos melhores bolos e dos melhores sorvetes, nós, mulheres, merecemos um mundo sem qualquer tipo de prisão.”
(Leila Ferreira)

espero que gostem!
beijos. ;*

fonte. http://revistamarieclaire.globo.com/Marieclaire/0,6993,EML1689284-10387,00.html

Anúncios

O jogo fascinante do desejo

A próxima vez que você for a uma festa dessas de solteiras e solteiros, no lugar de conversar, beber, dançar, preste atenção nas pessoas: vai se divertir muito. No início, as mulheres cruzam a sala de um lado para o outro, se exibindo, enquanto os homens se juntam num canto para fazer uma avaliação geral, tipo “que gostosa”, “a loura é um tesão”, olha as pernas da morena”. Um uisquinho aqui, um vinhozinho ali, vai todo mundo se descontraindo; dançam, paqueram, e a noite vai passando. Mas tem sempre pelo menos um homem que não entra nesse jogo – o dele é outro, diferente. Ele fica num canto, geralmente sozinho, olhando, observando. Não está interessado em fazer a social; está, objetivamente, vendo qual das mulheres desperta o seu desejo, e sua filosofia é a mesma dos homens da Idade da Pedra, que arrastavam as mulheres pelos cabelos até a caverna. Quase todo homem gosta de mulher, mas alguns gostam mais – acima de todas as coisas, eu diria. Esses não perdem tempo com blablablá; o objetivo deles é simples, direto, e, quando encontram a mulher certa, é quase como se estivesse escrito em sua testa: Nada me interessa, só você”. Pode estar ali o presidente do Banco Central, o dono da empreiteira mais poderosa, o político mais famoso, que ele não se desvia, por um minuto sequer, do seu alvo principal e único. A isso poucas mulheres resistem, porque o que uma mulher quer, mais do que tudo, é um homem que a deseje completamente e além de qualquer coisa. Ah, que sensação encontrar um homem assim. Esse tipo não tem muitos amigos e raramente conversa com outros homens, muito menos sobre mulher: ele age – e sempre com grande competência. É tão firme no que quer, seu olhar é tão intenso que, se você é o alvo desse olhar, percebe, mesmo estando do outro lado da sala – e daí em diante a partida está praticamente definida. É o jogo homem/mulher, o mais antigo, elementar, primário e fascinante do mundo e, quando ele acontece, não interessa o tamanho do sobrenome ou da conta no banco. Quando essas duas pessoas se olham, elas se reconhecem e se entendem. São poucos os homens que sabem que conquistar é simples; não é preciso belas palavras nem flores, nem declarações de amor, nem promessas de futuro. Basta desejar muito, pois essa é a maior homenagem que uma mulher pode receber de um homem. E um conselho para eles e elas: esperem o dia em que esse desejo chegar de verdade, violento e forte como devem ser os desejos – seja para tomar um copo de água, comer um churrasco, seja para viver uma paixão. Quando vem inteiro e intenso, ele costuma se realizar e, mesmo que não se transforme numa relação, será uma lembrança inesquecível. Porque essa é a força da vida, e a ela ninguém resiste.

Danuza Leão –

Carta para a Tristeza.

Companheira, sei que você vai chorar quando ler esta carta, mas quero deixar de ver você por uns tempos. vai ser difícil, pois me acostumei à sua presença, porém não vejo mais motivos para continuarmos juntas. não nego sua importância; em diversos momentos difíceis da minha vida você permaneceu comigo, mesmo quando todos se afastaram. só que, com você, sinto que não ando pra frente. esse seu pessimismo me atrapalha.

Tenho tentado evitar você de todas as maneiras, e isso não é legal. ainda mais porque sei que você se magoa por qualquer coisinha. mas basta você chegar e lá se vai minha alegria. não aguento mais seus assuntos mórbidos, a sua cara desanimada. até sexo, com você, ficou sem graça. nada mais broxante do que gente que chora durante a transa.

Perdi anos de minha vida ao seu lado, tristeza, acreditando em tudo que você dizia. que o amor não existe e o mundo não tem jeito. você é péssima concelheira para as suas parceiras – que o digam a Marilyn e a Sylvia*. agora, chegou a hora de dar chance á alegria, que há muito tem mostrado interesse em passar uns tempos comigo. ela me elogia, sabe? você? o único elogio que eu me lembro de ter ouvido você foi que eu fico bem de olheiras.

Veja bem: não estou dizendo que quero acabar com você pra sempre. sei que estou presa a você, de um forma ou de otra, pelo resto da vida. e podemos muito bem ter os nosso momentinhos juntas, aos domingos ou em longas tardes de poesia. só não posso é continuar à mercê dos seus péssimos humores, dia após dia, sabendo que você nunca irá mudar. chega de fornecer moradia à sua pesada existência.

Desde pequena, abro mão de muita coisa pela sua companhia. festas a que não fui porque você não me deixou ir, paisagens lindas nas quais não reparei porque você exigiu de mim total atenção, amigas que perdi porque insiti em levar você comigo a todos os lugares. ora, tristeza, tente ao menos ser mais leve. sorria de vez em quando, pare um pouco de se lamentar. ou vai continuar sendo assim: ninguém querendo ficar com você.

Não vou cobrar o que deixei de ganhar por sua má influência, pois sei que tristezas não pagam dívidas. mas quero de volta meus discos de dance music, que você tirou da prateleira. e minhas roupas estampadas, que sumiram do meu armário depois que você se instalou aqui.

Por favor, não tente entrar em contato comigo com as mesmas velhas razões de sempre. não é a fria lógica dos seus argumentos que irá me guiar daqui por diante. quero ver a vida por outros olhos, que não os seus. quero beber por outros motivos, que não afogar você dentro de mim. cansei da sua falta de senso de humor, do seu excesso de zelo. vá resolver suas carências em outro endereço.

Como me disse Lulu, hoje de manhã, no carro, a caminho do trabalho: “NÃO TE QUERO MAL, APENAS NÃO TE QUERO MAIS”.

Bye Bye

– Fernanda Young

Dia 08 de Março – Dia Internacional da Mulher

mulher_lena_1.jpg

A Mulher ideal … É aquela que é maravilhosa acima de tudo. Que pode com um sorriso provocar amor e felicidade.
A Mulher ideal … É aquela que é simples por natureza. Que pode explanar com simples gestos toda a sua feminilidade e grandeza.
A Mulher ideal … É aquela que sabe como ninguém entender os sinais do amado antevendo lhe os movimentos estando sempre ao seu lado.
A Mulher ideal … É aquela que não seja perfeita, pois somente Deus o é, mas que busque a perfeição em todos os seus gestos.
A Mulher ideal … É aquela que mostra a sua beleza todos os dias, como no primeiro encontro. Fazendo dos momentos com o seu amado um eterno reencontro.
A Mulher ideal … É aquela que mesmo com o passar dos anos, tenha sempre o sorriso de menina, pois o enrugar da pele é ínfimo perante a alma feminina.
A Mulher ideal … É aquela que se apresenta perante a sociedade como a mais formosa dama. Mas quando na intimidade partilhe todos os segredos..
Enfim, a Mulher ideal … É aquela que mesmo não sendo Deusa, sabe como ninguém trazer um pedacinho do céu.

Maria..Maria – Dia Internacional da Mulher

Maria, Maria
É um dom, uma certa magia
Uma força que nos alerta
Uma mulher que merece viver e amar
Como outra qualquer do planeta

Maria, Maria
E o som, é a cor, é o suor
E a dose mais forte e lenta
De uma gente que ri quando deve chorar
E não vive, apenas agüenta

Mas é preciso ter força
É preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem tem no corpo a marca
Maria, Ma ria

Mistura a dor e a alegria
Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida

 Que todas as mulheres foram ditas de forma indireta e diretamente como “Maria” nessa letra de música sintam-se homenagiadas nesse dia tão belo, apesar que acho q TODOS OS DIAS…. são nossos DIAS…

O Amor que Choveu

 p1190057.jpg

Era uma vez um menino que amava demais. Amava tanto, que o amor nem cabia dentro dele. Saía pelos olhos, brilhando, pela boca, cantando, pelas pernas, tremendo, pelas mãos, suando.
O menino sabia que o único jeito de resolver a questão era dando o amor a menina que amava. Mas como saber, o que ela achava dele? Na classe, tinha mais 15 meninos. Na escola, 300. No mundo, vai saber, uns 2 bilhões? Como é que ia acontecer de a menina se apaixonar justo poor ele, que tinha se apaixonado por ela?
O menino tentou trancar o amor numa mala, mas não tinha como: nem sentando em cima do zíper fechava. Resolveu então congelar, mas era tão quente o amor, que fundiu o freezer, queimou a tomada, derrubou a energia do prédio, do quarteirão logo o menino saiu andando pela cidade escura – só ele brilhando nas ruas, deixando pegadas de Star Fix por onde pisava.
– O que é que eu faço? – perguntou ao prefeito, ao amigo, ao doutor e a um pessoalzinho que passava a vida sentado em frente ao posto de gasolina.
– Fala pra ela! – diziam todos, sem nem pensar duas vezes, mas ele não tinha coragem.
E se ela não o amasse?
E se não aceitasse todo o amor que ele tinha pra dar? Ele ia murchar que nem uva passa, explodir como bexiga e chorar até 31 de dezembro de 2978.
Tomou então a decisão: iria atirar seu amor ao mar. Um polvo que se agarrasse a ele – se tem 8 braços para os abraços, por que não 4 corações para as suas paixões? Ele é que naum dava conta, era só um menino, com apenas duas mãos e o maior sentimento do mundo.
Foi até a beira da praia e, sem pensar duas vezes, jogou. O que o menino não sabia era que seu amor era maior do que o mar. E o amor do menino fez o oceano evaporar. Ele chorou, chorou e chorou pela morte do mar e de seu grande amor.
Até que sentiu uma gota na ponta do nariz. Depois outra, na orelha e mais outra, no dedão do pé. Era o mar, misturado ao amor do menino, que chovia do Saara a Belém, de Meca a Jerusalém. Choveu tanto que acabou molhando a menina que o menino amava. e assim que a água tocou sua língua, ela saiu correndo para a praia, pois já fazia meses que sentia o mesmo gosto, o gosto de um amor tão grande, mas tão grande, que já não cabia dentro dela.

[Antônio Prada]

(no desenho, um menino e uma menina que tem o maior amor do mundo. by Maia! :D)

E viva a diferença!

A melhor coisa do mundo é namorar. Quando se é muito jovem, se é também muito exigente: o outro tem que nos a-do-rar, corresponder a todos os nossos desejos, nos fazer maravilhosas surpresas e não pensar em outra coisa na vida a não ser em nós. Esse tempo felizmente passa, e chega um dia em que, se um homem declarar que pensa em você o dia todo, dá vontade de gritar e tomar um avião para um lugar onde possa ficar inatingível. Amor é bom, mas se for demais não costuma dar certo para nenhum dos dois.

Mas não tem nada melhor na vida do que sair com um homem pela terceira vez, quando as coisas ainda estão começando a se definir. É quando tudo ainda pode acontecer: ou vocês não se verem nunca mais ou não conseguirem dormir esperando que o dia amanheça para poderem se falar de novo. E quando já existe uma certa intimidade emocional e – depois de ter deixado você em casa – ele dá o primeiro telefonema noturno,
antes de dormir, não é o máximo? É, mas é também um perigo, pois você vai esperar que ele faça isso todos os dias, o que pode acontecer ou não; se acontecer, vai virar rotina; e, se não acontecer, um drama.

Só que o tempo vai passando e, depois de muitas aventuras – e todas valem a pena, é bom que se diga -, você pode enjoar e um dia dizer, com a maior sinceridade: homem, nem pensar (pelo menos por uns tem pos). Se algum te propuser tomar um café, vai dizer que está muito ocupada, com um relatório para entregar ou qualquer bobagem do gênero. Isso se ele for corajoso; quem teria a coragem de fazer charme com uma mulher que desvia o olhar e só fala de coisas muito sérias? Porém, se algum homem – não importa a idade, as condições de vida, o estado civil – chegar a convidá-la para jantar, você vai sair correndo sem nem responder. Medo? Talvez, mas não dele. É que a mulher passa por várias fases e, quando consegue tomar nas mãos as rédeas de sua vida, prefere ir para casa comer um sanduíche de pão de fôrma gelado com uma fatia de queijo-de-minas a comer uma pizza e beber uma cerveja com esse homem, por medo de se apaixonar.

Entre um homem e uma mulher sentados numa mesa, existe sempre uma tensão; a não ser que ele seja seu filho ou seu pai, seja qual for a idade de cada um, sejam quais forem as circunstâncias, os dois sabem que entre eles tudo pode acontecer, e é aí que mora o perigo. E homem ocupa muito espaço; qual a mulher que tem tempo de olhar para o teto e ficar pensando em bobagens, de ler um livro ou de ir a um cinema com um homem na cabeça? É engraçado – e injusto – porque eles conseguem. Uma paixão na vida de um homem, mesmo que seja uma grande paixão, não o impede de ir tomar um chopinho com os amigos, olhar uma mulher que passa e dizer quanto ela é gostosa, até de dar uma transada rápida se as circunstâncias forem favoráveis, e isso não muda em nada a paixão que ele tem por você. Muito pelo contrário: se isso acontecer, quando ele for te encontrar vai estar no maior astral do mundo e se achando o máximo, é claro. Mas mulher acredita no amor e na paixão – e ainda há quem ache que mulheres e homens são iguais.


– Danuza Leão

Primeiro de muitos³ post, espero!

obrigada de novo pelo convite! ;D

beeiJos

Maia =)